Contribuição de Bourdieu sobre a Cultura

Livro gratuito por download. 

Editado pela Garamond com apoio da FAPERJ, e-book Pierre Bourdieu e a produção social da cultura, do conhecimento e da informação está disponível para download gratuitamente. Organizado pelos pesquisadores Regina Marteleto e Ricardo Pimenta, do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do IBICT-UFRJ, o livro-coletânea conta com a contribuição de autores das áreas de ciência da informação, comunicação, saúde, arquitetura e urbanismo, museologia, ciências sociais, que analisam diferentes formas de aplicação dos conceitos e métodos produzidos por Pierre Bourdieu, em seus respectivos campos de inserção científica.

Conforme os organizadores, a obra pretende ainda fornecer um guia de leitura da obra do sociólogo francês para a reflexão crítica das formas sociais de produção do conhecimento, obra inovadora proposta pela ciência da informação, como tributo às contribuições das ideias de Pierre Bourdieu nesse campo de estudos.

fonte: http://biblioo.cartacapital.com.br/livro-destaca-contribuicao-de-pierre-bourdieu-para-producao-social-da-cultura-do-conhecimento-e-da-informacao/

Feira SUB de Campinas abre inscrição

O projeto Cultural SUB, que tem como pilar principal a realização da Feira SUB de Arte Impressa e Publicações Independentes, já tem uma grande novidade neste ano. É a Residência SUB 2018, projeto de residência artística com foco em livros de artista, resultado da parceria entre a Feira SUB e o Coletivo Contracouchê, a ser realizada de março a setembro de 2018 em Campinas (SP). A artista visual Ludmila Porto, integrante do Coletivo, coordenará o projeto da residência, direcionando os encontros com os artistas selecionados. A Feira SUB acontece uma vez por ano, em setembro, na cidade de Campinas. O resultado do trabalho artístico de cada participante será apresentado na edição de 2018 da Feira. Em 2017 a Feira SUB teve a parceria da Agência Social de Notícias.
fonte: http://agenciasn.com.br/arquivos/12371

MASP anuncia de exposições em 2018

Programação MASP para 2018 O MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand) anuncia sua programação de exposições para 2018. Nove mostras já estão confirmadas, entre coletivas e individuais, todas idealizadas e produzidas pela equipe curatorial e demais núcleos do Museu. No ano que marca os 130 anos da assinatura da Lei Áurea, uma das últimas estabelecidas pelo Império Brasileiro, que aboliu oficialmente a escravidão, o foco temático a permear toda a programação do MASP trata das histórias e narrativas afro-atlânticas. Essas se referem não só ao processo de escravização das populações africanas em territórios americanos, caribenhos e europeus, mas também às trocas bilaterais – culturais, simbólicas, artísticas, etc. – entre esses povos atlânticos, desde o século 16.

fonte: http://www.infoartsp.com.br/noticias/masp-anuncia-programacao-de-exposicoes-em-2018/

X